Foto montagem com os 4 participantes da websérie Bem-Comum

Bem-Comum: websérie capixaba que retrata a vida e o cotidiano de pessoas aqui no ES

São pessoas que durante este momento de pandemia se reinventaram, como também não puderam parar de trabalhar.

Pois, as suas atividades profissionais são a fonte de renda e mais ainda, tem no seu propósito o pensamento é um ideal que todas as suas lutas diárias buscam o “Bem Comum”. São milhares de vidas que se perde, mas a esperança de um novo dia, pode fomentar a cada momento o desejo de trabalhar e de ajudar o próximo, independentemente da forma de seu trabalho ou função.

“Bem-comum” traz personagens reais, do cotidiano demostrando, assim nossa realidade frente a este momento de pandemia e seus efeitos sociais. É apresentada no formato de conteúdo digital uma realidade nua e crua, ressaltando a importância destes personagens (todos moradores da periferia) e suas profissões e ofícios. A ideia é buscar valorizar cada um, pois eles promovem no silêncio de suas atividades o bem-comum, numa forma humana e consciente de colaborar para a sociedade.      

A série conta com 04 (quatro) episódios totalmente independentes, cada episódio tem o seu próprio fio condutor que torna rica a abordagem narrativa dando uma diversificação de mensagens para o público. São personagens chamados de “Agentes do Bem-Comum”, são pessoas com vivências profissionais que atuam diretamente na sociedade, contudo expõem um outro olhar diante deste momento crítico. Todos diariamente atuam anônimos, dentro de suas funções de trabalho, porém todos tem envolvimentos sociais que constroem narrativas ricas e impactantes que merecem despertar a atenção das pessoas, ou seja, quando expostas estas narrativas de forma coletiva trazem grandes reflexões.      

Websérie Episódio 01 (Motoboy - Claudiano)

 

Websérie Episódio 02 (Vigilante - Clauber)

Websérie Episódio 03 (Personal trainer - Thais Lemos)

A websérie tem uma adaptação de linguagem audiovisual para as redes sociais no formato de vídeo vertical. Está sendo utilizado no Instagram com sua ferramenta IGTV e em outra plataforma de compartilhamento de vídeo público que será o Youtube.

É importante ressaltar que o projeto faz parte do edital da Secretaria de Estado da Cultura, FUNCULTURA através da Lei Aldir Blanc. Sendo produzido devido a seleção de projetos e concessão de prêmio “CULTURA DIGITAL” - APOIO À PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO.

Os personagens que vão contextualizar esta webserie são indivíduos que atuam na em diversas áreas e buscam a convivência comunitária. São pessoas do ambiente social que travam nos seus dias lutas silenciosas para a sobrevivência de todos.   Não se glorificam pelo que fazem através de seus ofícios, mas demonstram em cada momento, o bem para que outras pessoas possam conviver em sociedade. E por que não dizer, para que outras pessoas possam sobreviver. E é isto, que será apresentado ao público, através da linguagem audiovisual.  A webserie vai fomentar o debate público, mostrar a importância da profissional da saúde, do engajamento do professor, da atitude profissional do gari e ainda a positividade e autoestima do padeiro.  
   

São funções de extrema importância para um “Bem-Comum”. Narram em cada episódio, a diversidade e a pluralidade neste momento de pandemia, mostram o rosto e o pensamento de suas atribuições, retratam o valor social. Além desses quatros episódios, os agentes do bem-comum terão um espaço interativo com o público no formato “Live”. Vamos buscar dá relevância social e estabelecer uma relação sociocultural de valorizar as pessoas, independentes de sua formação técnica.

Contato: Marcos Rodrigues (Marcum Judeo) 99920-1872
Instagram Karatapa Films
Instagram Bem-Comum

               Veja mais novidades aqui