Foto: Fernando Solidade

Teatro Popular União e Olho Vivo recebe a Companhia Estudo de Cena em sua sede no Bom Retiro

Com 52 anos de história, o Teatro Popular União e Olho Vivo se prepara para estrear um novo espetáculo.

 No dia 04 de agosto, às 16h00, o Teatro Popular União e Olho Vivo – também conhecido como TUOV – abre as portas de sua sede, localizada no Bairro Bom Retiro, para receber a Companhia Estudo de Cena. O grupo apresentará o espetáculo Guerras Desconhecidas, que faz parte do seu projeto Teatro e Memória, com o qual o grupo retrata importantes conflitos brasileiros do século vinte e revisita uma parte da história brasileira pouco conhecida.

O espetáculo Guerras Desconhecidas é apresentando em uma "Barraca de Cena", um teatro mambembe realizado em uma estrutura de ferro e lona, com cerca de trinta e seis metros quadrados. Com essa barraca, o grupo já se apresentou em lugares emblemáticos para a criação do espetáculo como as cidades de Juazeiro, Canudos, Uauá e Euclides da Cunha na Bahia e Alagoa Grande, Itabaiana e João Pessoa, na Paraíba. Além de ter realizado vinte apresentações experimentais em dez feiras livres diferentes da cidade de São Paulo.

As cenas realizadas remetem o público a três guerras brasileiras que não aparecem na história oficial do país: a Guerra do Pau de Colher, a Guerra de São Bonifácio e a Guerra do Quintino Gatilheiro. A fonte de pesquisa dessas histórias foi o caderno "Guerras desconhecidas do Brasil"escrito pelo jornalista Leonencio Nossa e publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo em dezembro de 2010.

Guerras Desconhecidas faz alusão também a escritos dos palestinos Edward Said e Mahamud Darwich, do peruano Aníbal Quijano e do poeta da Martinica, Aimé Césaire.

A apresentação está dentro da programação de uma grande Ocupação Artística na sede do TUOV, que começou em maio com a apresentação da Trupe Lona Preta e no mês seguinte recebeu a Companhia Antropofágica de Teatro.

A programação agora segue com a Companhia Estudo de Cena, com o espetáculo Guerras Desconhecidas, no dia 04 de agosto. Nos meses seguintes o TUOV recebe em sua sede o grupo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes, com Narrativas da Cozinha. A última apresentação da programação será realizada pela Companhia do Latão, com "O Pão e a Pedra", com data a confirmar.

Em seu novo projeto – TUOV 52 – Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba, contemplado na 31ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para Cidade de São Paulo, o Teatro Popular União e Olho Vivo busca por fomentar a ocupação teatral de sua sede, ampliando as possibilidades de acesso à cultura na região. A população é convidada a cada mês, a conhecer o trabalho de um grupo diferente que apresentará obras que dialogam com a temática do novo espetáculo do TUOV, atualmente em processo de criação e com estreia prevista para o segundo semestre de 2018.

Com o projeto TUOV 52, o grupo se prepara para realizar uma série de ações, entre elas a estreia de um novo espetáculo chamado "Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba", feito em homenagem ao bairro que o acolhe desde 1982, o Bairro Bom Retiro, seguindo com a trajetória de resistência e luta por um teatro pensado e destinado à população residente não apenas nas periferias, mas em toda a cidade.

Sobre o TUOV – Teatro Popular União e Olho Vivo

Segundo Augusto Boal, o TUOV é um dos mais importantes coletivos de teatro popular das Américas e do mundo. São 52 anos, trocando experiências com as comunidades populares e grupos de teatro para dar seguimento a um processo que representa parte da história do teatro realizado na cidade de São Paulo.

O TUOV – Teatro Popular União e Olho Vivo surgiu em 27 de fevereiro de 1966 e, no auge de seus 52 anos de resistência, possui em sua formação membros presentes desde a fundação como Neriney Moreira e Idibal Pivetta (nome verdadeiro do diretor da companhia, César Vieira). Além de diretor do grupo, Idibal é advogado e exerceu intensa militância no período da ditadura, engajando-se pela liberdade de perseguidos políticos e pela memória dos desaparecidos do regime militar. Esta importante luta confunde-se com a própria existência e trajetória do TUOV.

Nessas mais de cinco décadas, o grupo desenvolveu um trabalho reconhecido nacional e internacionalmente. Fez parte de sua história apresentando-se gratuitamente em bairros populares da grande São Paulo, em ruas, praças, escolas, igrejas, casas paroquiais, clubes esportivos de várzea, e na própria sede. Já sua carreira internacional vai desde os esforços pela interligação latino-americana de grupos teatrais até a repercussão das montagens e dos roteiros em países como França, Itália, Polônia, Portugal, Peru, Bolívia, Egito, Panamá, Nicarágua e Angola.

O TUOV percorreu, em temporadas, mais de 20 países na América, Europa e África e recebeu os mais importantes prêmios teatrais, tais como: Ollantay (Caracas, Venezuela), Casa das Américas (Havana, Cuba), Festival Mundial de Teatro (Cairo, Egito), Festival Internacional de Teatro (Nanci, França); OAB do Brasil; Shell do Brasil e dezenas de outros.

Um grupo que já foi visto por mais de 4 milhões de pessoas ao redor do mundo e que agora abre as portas da sua sede mais uma vez para receber o público, ampliar e fortalecer as ações de sua sede.

Sinopse: GUERRAS DESCONHECIDAS apresenta ao público três guerras brasileiras que não aparecem na história oficial do país: Guerra do Pau-de-Colher, Guerra de São Bonifácio e Guerra do Quintino Gatilheiro. O espetáculo é composto de um prólogo e três atos. A narrativa é conduzida por Lampião, Zapata, Pantera Negra e Santa Dica, personagens do imaginário social do nosso continente.

Para a criação a Estudo de Cena teve como base o caderno "Guerras Desconhecidas do Brasil" escrito pelo jornalista Leonencio Nossa e a construção de um teatro mambembe, a Barraca de Cena, montada em feiras, praças e ruas.

Serviço:
O que:  Teatro Popular União e Olho Vivo recebe a Companhia Estudo de Cena em sua sede no Bom Retiro
Quando: 04 de agosto de 2018 (sábado) - 16h
Onde: Evento principal: Teatro Popular União e Olho Vivo, Rua Newton Prado, 766, Bom Retiro – São Paulo-SP - Tel: 011 3331-1001.
Quanto: Gratuito
Duração: 90 minutos
Classificação: 14 anos
Contato Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini / Cel: 99568-8773 / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.