Foto: Kika Carvalho

Raízes do Hip Hop apresenta: Kika Carvalho

Uma importante referência do Graffiti capixaba, Kika Carvalho é uma das responsáveis pelo fortalecimento da cena feminina local.

Kika está na cena da arte de rua desde 2009, quando deu seus primeiros passos através de uma oficina de Graffiti realizada no CRJ (Centro de Referência da Juventude) Vitória, ministrada por outro grande nome da cena local, o Fagundes. Sua paixão pela arte, que já veio antes de conhecer o Graffiti, a fez estudar arte e hoje, além de ser graffiteira e educadora social, também é uma artista visual de muito talento. 

Suas atuações estão muito além das pinturas em si, como é o caso do Coletivo DasMina e Coletivo Femenina, que trabalham o fortalecimento e acolhimento de mulheres na cena da arte urbana. Mas Kika não se limita ao spray em suas obras, desenvolvendo também suas técnicas de produção em arte como desenho, pintura, gravura, escultura e vídeo.

Suas obras, costumam ser criadas em diversas tonalidades de azul e seu estilo próprio é um grande diferencial, como todo grande artista.

Confira essa entrevista super completa e conheça a trajetória da Kika Carvalho. E para ver as entrevistas anteriores, acesse nossa página de entrevistas aqui no site 

Raízes do Hip Hop: O projeto consiste em entrevistar pessoas que estão diretamente ligados ao Hip Hop capixaba, estando ativos ou não na cultura. O principal objetivo é colher depoimentos dessas pessoas para mostrar como se deu início suas origens no Hip Hop e de como estão atualmente. Cada um começou de um jeito e em uma época, o que torna essas experiências muito ricas e trazem histórias importantes de seram ouvidas com muita atenção. Nessa série de entrevistas, vamos trazer pessoas de diversas gerações, desde lá do começo da construção da cultura local, até os que chegaram a menos tempo, mas que também tem oferecido sua contribuição nesse meio.

Agradecemenos pela gentileza da Kika Carvalho em ter recebido o DNA Urbano e pelas ricas trocas de ideias. #raizeshiphop