Neste sábado (21), acontece ensaio aberto do espetáculo de dança Revoada

A nova montagem do Grupo Z e da Repertório Artes Cênicas&Cia irá circular em espaços públicos do Espírito Santo Santo a partir de outubro

 As tensões e as formas de ocupar o espaço urbano pelos corpos humanos e dos animais guiam o espetáculo Revoada, novo trabalho em dança contemporânea do Grupo Z em parceria com a Repertório Artes Cênicas&Cia. Com estreia prevista para o início do próximo mês de outubro, o público poderá conferir uma prévia da montagem no ensaio aberto que acontece neste sábado (21), às 17h, na Má Companhia, no Centro de Vitória.

Revoada apresenta um paralelo entre o comportamento dos homens e dos pombos, um retrato animalesco do modo de existir contemporâneo. Pombos, assim como os seres humanos, se aglomeram nos espaços urbanos, revoam pelas ruas, praças e monumentos e chegam a obedecer a rotina da urbis. Na montagem, os intérpretes irão performar seres que transitam entre o pássaro, a peste urbana – e o humano, os corpos irão carregar características que se alternam entre humanas e animais para dar origem a um terceiro corpo, nem bicho e nem gente, meio animal e meio humano.

Em Revoada o encadeamento coreográfico, ao mesmo tempo que justapõe, faz idas e vindas entre um corpo animalizado e um corpo humanizado para construir um terceiro: o corpo híbrido. Para construir essa narrativa, o elenco do espetáculo está desenvolvendo a pesquisa coreográfica e dramatúrgica desde o início deste ano. Nessa investigação, buscou-se explorar as peculiaridades de cada corpo, de cada intérprete, resultando em movimentos e cenas que foram trabalhados pela direção e devolvidas aos intérpretes, que, apropriados dessa nova criação, as assumia organicamente em seus corpos.

Carla van den Bergen, coreógrafa do espetáculo, explica um pouco sobre como foi o processo de criação coreográfica na sala de ensaio: "a partir de estudos de movimentos de algumas aves, construímos um trabalho de animalização do corpo humano. Tendo isso feito, fazíamos um trabalho oposto: a partir do corpo animalizado compor a humanização desse corpo. Essa foi a principal característica do processo de pesquisa coreográfica e corporal de Revoada".

Além da coreografia de Revoada, Carla van den Bergen assina a direção e dramaturgia do espetáculo juntamente com Fernando Marques e Nieve Matos. A montagem foi contemplada com recursos do Funcultura através do Edital 024/2018 - Seleção de Projetos Culturais Setoriais de Dança do Espírito Santo da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo. Após sua estreia, Revoada irá circular por outras cidades do Espírito Santo sempre com apresentações em espaços públicos.
 

Ficha Técnica
Coreografia: Carla van den Bergen
Direção e Dramaturgia: Carla van den Bergen, Fernando Marques e Nieve Matos
Intérpretes: Alexsandra Bertoli, Barbara Depiantti, Daniel Boone, Eldon Gramlich, Gabriela Camargo, Ivna Messina e Patricia Galleto
Direção de Arte: Antônio Apolinário
Assistente de Direção de Arte: Thila Paixão
Trilha sonora: Dayvid Martins
Identidade Visual: Alessandra Pin Ferraz
Assessoria de Imprensa: Paulo Gois
Fotografia: Brunela Negreiros
Produtores Executivos: Luiz Carlos Cardoso e Brunela Negreiros
Parceria: Companhia do Outro
Realização: Grupo Z de Teatro e Repertório Artes Cênicas e Cia.
Espetáculo realizado com recursos do Funcultura através do edital Nº 024/2018 da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo\

 

Serviço:
O que: Ensaio aberto do espetáculo de dança Revoada, do Grupo Z e da Repertório Artes Cênicas&Cia
Quando: 21 de setembro de 2019 (Sábado) - 17h
Onde: Má Companhia - Rua Professor Baltazar, 152 - Centro de Vitória/ES
Entrada: Gratuita
Classificação: Livre