Lançamento dos Editais Secult ES 2016.

Além dos editais, será lançado um site do Guia de Fomento da Cultura.

Chegou a hora de artistas, produtores, escritores e grupos culturais em geral se inscreverem nos Editais da Cultura 2016, do Governo do Estado. Os Editais estão divididos em 29 categorias, tais como: dança, música, teatro, literatura, artes cênicas, audiovisual, patrimônio cultural e cultura popular, totalizando um investimento de R$ 8,5 milhões. As inscrições serão abertas ainda neste mês de agosto. Fique ligado e compareça ao evento de lançamento neste 16 de agosto, às 10 horas, no Palácio Anchieta.

Em seu oitavo ano de existência, os editais são realizados com recursos do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura) e têm contribuído para a formação artístico-cultural e incentivado a criação, a produção e a distribuição de produtos e serviços que usam o conhecimento, a criatividade, as tradições populares e o capital intelectual como principais recursos. A cada ano, essa política pública tem se fortalecido e contribuido para impulsionar o desenvolvimento do Espírito Santo.

Na mesma ocasião, será lançado o site do Guia de Fomento da Cultura, que orienta tanto o proponente, quanto o investidor, onde captar recursos, reunindo em uma única plataforma fontes de financiamento em instituições públicas federais, estaduais e municipais, além de instituições privadas espalhadas por todo o território nacional.

Serviço:

O que: Lançamento dos Editais Secult ES 2016.
Onde: Palácio Anchieta - Praça João Clímaco, Centro - Vitória/ES
Quando: 16 de agosto (terça feira) às 10h
Informaçõesurle.me/Dg

Sobre o DNA Urbano

É um site que cria uma interlocução direta com seu público e com projetos culturais da cidade que tenham entre suas atribuições a valorização e o fortalecimento das culturas juvenis urbanas.

As RUAS nas REDES...
Somos Mídia Livre!

Contato

Sugestões, Elogios, Dúvidas e Parcerias:

 

email
(27)999.918.819

Licença de Uso

Todo conteúdo do DNA Urbano é livre para reprodução, seja ela total ou parcial, para fins pessoais, comerciais ou educacionais, desde que citem as devidas fontes (nome do site, seguido do link do conteúdo em questão).

Manter os devidos créditos é também uma forma de incentivar o trabalho dos autores de conteúdo.

Top